A Disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (DTM – FMUSP) foi criada em 1997, pelo professor titular do Departamento de Patologia, György Miklós Böhm. Primeira disciplina de Telemedicina estruturada no Brasil, a DTM exerce atividades acadêmicas na área, além de realizar importantes ações na esfera nacional. Para continuar a expansão da Telemedicina e, conseqüentemente, impulsionar o desenvolvimento do país, é necessário que existam novas disciplinas em outras faculdades brasileiras, que trabalhem de forma conjunta.

A DTM apóia as instituições de ensino interessadas, transmitindo sua experiência por meio de cursos de capacitação e da formação de parcerias institucionais. “A Telemedicina não pode ser vista apenas como uma atividade de apoio tecnológico às demais áreas médicas ou serviços de saúde”, orienta o Prof. Dr. Chao Lung Wen, chefe da DTM-FMUSP. “Ela envolve linhas de pesquisa próprias, abrangendo o uso da tecnologia para o desenvolvimento de estratégias educacionais e de logísticas que otimizem os sistemas de saúde.

Por meio da Telemedicina, podem ser criadas redes de vigilância epidemiológica para o monitoramento de doenças e para promover pesquisas em cooperação entre instituições separadas geograficamente. Na área assistencial, a Telemedicina torna viável o conceito de cadeia produtiva de saúde, o qual envolve um trabalho global, desde a prevenção de doenças até a facilitação da reintegração social das pessoas que possuem seqüelas”, completa.